Imigração no Canadá

Olá Viajante!

Acabamos de voltar do Canadá e vamos contar como foi o nosso processo de imigração por lá! Como temos visto americano válido, escolhemos viajar ao Canadá com a autorização eletrônica (eTA).

Se você possui visto americano válido e pretende visitar o Canadá, você pode não precisar de um visto para entrar no pais. Sugerimos que leia nosso texto sobre como solicitar uma Autorização Eletrônica de Viagem (eTA) para o Canadá.

Nossa entrada no Canadá foi pelo Aeroporto de Montreal (YUL). Como optamos em voar com a Copa Airlines, nosso voo chegou bem no final da noite, já quase meia-noite e o aeroporto estava bem vazio… Depois de sair do avião precisamos caminhar um pouco, até chegamos na área de imigração.

Um detalhe é que no momento do embarque no Panamá me pediram para ver o visto no passaporte. Disse ao funcionário da Copa que não tinha visto no passaporte e que viajava com a eTA. Ele ficou meio contrariado, me perguntou algumas vezes se tinha certeza disso (Seguro?) e depois de responder que sim, ele acabou liberando nosso embarque. Será que não é comum o embarque de passageiros com eTA no Panamá?

Quiosques de Auto Atendimento

Na área de imigração no aeroporto de Montreal há diversos quiosques, chamados de “Primary Inspection Kiosks“e muito parecidos com os existentes nos aeroportos americanos. É por esses quiosques que acontece o primeiro passo no processo de entrada no país.

Para começar, selecionei o idioma e na sequência meu passaporte foi escaneado. Informei o número total de pessoas que viajavam (no caso, duas: eu e minha esposa), respondi a algumas perguntas básicas, como a duração e motivo da viagem, se levava presentes com valor superior a 60 dólares canadenses, álcool ou tabaco, se trazia arma de fogo, munição, produtos para revenda, carne crua, peixe, frutos do mar, ovos, frutas ou vegetais, valores superiores a 10 mil dólares canadenses e se visitei ou iria visitar alguma fazenda no Canadá. Em seguida foi feito o escaneamento do passaporte da minha esposa e respondido o questionário dela, com as mesmas perguntas. Por fim, foi feito o registro fotográfico dos dois e emitido um formulário onde havia basicamente a foto dos dois impressa, para efeitos de aduana.

Aduana

Percebemos que haviam algumas pessoas sendo entrevistadas nos guichês de atendimento, mas nem todos estavam ocupados. Seguimos então para a área das esteiras de bagagem, onde retiramos as nossas malas. Por fim, entregamos o formulário emitido no quiosque ao funcionário da aduana canadense, que o recolheu. Só isso.

Área de retirada de bagagens do Aeroporto de Montreal
Área de retirada de bagagens do Aeroporto de Montreal

Resumindo: o processo foi bem simples e não fomos selecionados para entrevista com o oficial de imigração. A entrada no Canadá foi sem perguntas ou questionamentos, com o processo todo eletrônico.

Detalhe: como o processo de entrada foi praticamente eletrônico (o formulário emitido no quiosque é apenas recolhido pelo funcionário da aduana) e nossos passaportes não foram carimbados.

Pretende viajar para o Canadá? Encontrou dificuldade para fazer a solicitação da eTA? Fale com a gente. Teremos o maior prazer em também ajudar você a planejar a sua viagem, escolher seu hotel, passagens e passeios pelo Canadá e outros destinos!

Deixe uma resposta