Passeio por Nova York – Midtown


Olá viajante!

Antes de prosseguir com esse texto, gostaríamos de convidá-lo a ler três posts. O primeiro é um Guia Básico sobre Manhattan, onde falamos sobre as regiões do mais famoso distrito de Nova York. O segundo é sobre Downtown New York e o terceiro é sobre como escolher a melhor hospedagem para você. Se já viu esses textos ou se não tem dúvidas quantos a esses assuntos, boa leitura!

Nesse post falaremos sobre as principais atrações para turistas em Nova York. Acreditamos que a seleção dos lugares para ir na cidade devem levar em consideração o número de dias da viagem e os tipos de passeio que mais agradam o viajante. Assim, falaremos de vários, para que possa atender aos diversos gostos (e bolsos).

Essa segunda parte será dedicada à Midtown New York. Você já leu nossa primeira parte, dedicada à Downtown?

City Tour

Nossa primeira sugestão ao viajante é se familiarizar com a cidade. Para isso sugerimos um city tour. Em Nova York recomendamos a Gray Line New York Sightseeing.

Ela oferece passes válidos para dois dias ou três dias. Por mais estranho que pareça, o valor é o mesmo para as duas opções (59 dólares – valores de 02/3/2018).

São duas linhas em Manhattan (Downtown/Midtown e Uptown), com 43 pontos de parada. Ao comprar o passe de 3 dias você poderá usar o primeiro dia para conhecer Downtown e Midtown, o segundo dia para Uptown e o terceiro dia para fazer o tour pelo Brooklyn ou rever algum lugar.

Midtown

É em Midtown que se concentra a maioria das atrações da ilha de Manhattan. É lá que fica o Eataly, o Empire State, o The Rockefeller Center, as lojas mais famosas da 5ª Avenida (inclusive a da Apple, com seu característico cubo de vidro), a Macy’s, as elegantes Lexington Ave. e Park Ave., o Radio City Music Hall, o MoMA, o Madson Square Garden, a Pennsylvania Station, a Trump Tower, a Columbus Circle, o Time Warner Center, o Chelsea Market, o The High Line, o charmoso Bryant Park, o também charmoso Union Square Park, o Grand Central Terminal, o Chrysler Building, os teatros da Broadway, além, é claro, da Times Square!  Ufa! É muito lugar bom para conhecer em Midtown… Isso porque ainda nem falamos de compras!

Eataly

O Eataly em Nova York foi uma grande sacada. A começar pelo nome (a pronúncia soa como “comer” em inglês. A escrita une as palavras “eat”, que significa comer, com a palavra Italy (Itália, para nós brasileiros). A primeira loja da rede na verdade foi inaugurada em Turim, na Itália. A grande sacada foi oferecer em um mesmo ambiente não só produtos italianos, como também experiências gastronômicas diferentes, como restaurantes de pizza, massas, frutos do mar, para atender a todos os gostos.

Em MidTown NY, o Eataly ocupa desde 2010 o térreo do Flatiron Building, na 5ª Avenida, bem em frente ao Madison Square Park. Há uma segunda unidade que funciona em Downtown NYC. Também há unidades em outras cidades dos Estados Unidos, Itália e inclusive uma unidade em São Paulo. Havia a previsão de inauguração de uma unidade do Rio de Janeiro, que até hoje ainda é uma promessa… Para saber mais, acesse o site do Eataly.

Empire State Biulding, The Rockefeller Center e Chrysler Building

Esses são os três prédios mais charmosos e emblemáticos de Nova York.

O prédio do Empire State, projetado no estilo art déco,  foi inaugurado em 1931 e possui 102 andares (o observatório fica no 86º andar). Até 1972 foi o maior prédio da cidade, com 443 metros (incluindo a torre) de altura.

Há um site em português, com todas as informações para planejar uma visita ao prédio. O acesso ao observatório começa às 8 da manhã e se estende até à 1h15 da manhã, quando ocorre a última viagem de subida dos elevadores. A descida pode ser feita até às 2 horas da manhã.

São vendidos dois tipos de ingresso.  O primeiro dá acesso à plataforma de observação do 86º andar e custa $37 (acesso normal) ou $65 (acesso Vip, sem filas). O segundo, além do aceso  à plataforma de observação do 86º andar, permite também visitar o segundo observatório, localizado no 102º andar, conhecido como “Top Deck”. Custa $57 (acesso normal) ou $85 (acesso Vip, sem filas).

O Chrysler Building é o terceiro maior edifício de Nova York. Foi construído em 1930 e possui 319 metros de altura. Infelizmente o prédio não está aberto para a visita de turistas. Mas a vista que se tem do prédio a partir do The Top of Rock compensa…

O Top of the Rock é o nome do observatório localizado na cobertura do Rockefeller Center e na minha opção a melhor vista panorâmica da cidade.

O observatório fica no 67º andar do edifício. De lá é possível ter uma vista de toda a ilha. Observar de um lado Uptown e o Central Park. Do outro se tem uma magnífica vista da parte sul da Ilha, da Times Square, do Empire State, do Chrysler Building e do World Trade Center.

O ingresso comum custa $36. Há ainda uma versão VIP, com acesso sem filas, que custa $65. Os ingressos podem ser adquiridos no endereço https://www.topoftherocknyc.com/

No Rockefeller Center também ficam os estúdios da rede de TV americana NBC e é possível ver várias transmissões ao vivo (diversos estúdios da emissora utilizam a rua como plano de fundo).

Ali também funciona, desde 1932, o Radio City Music Hall, uma casa de espetáculos. É no Radio City que se apresentam as The Rockettes e o Radio City Christmas Spectacular.

5ª Avenida

É na 5ª Avenida que ficam as lojas mais luxuosas da cidade. Aproveite para caminhar calmamente e olhar as vitrines. Quem viu o filme Bonequinha de Luxo, com Audrey Hepburn, vai entender o charme disso… Destacamos aqui algumas dessas lojas: famosa por sua “caixinha azul”, a Tiffany & Co, (entre 56thand 57th) é a mais conhecida joalheria do mundo; Apple Store (entre 58thand 59th) conhecida por sua arquitetura do cubo de vidro – única estrutura no nível da rua, já que toda a loja atende no subsolo; a clássica Saks Fifth Avenue (esquina com a 49th St) com suas vitrines de grifes famosas.

Há ainda dezenas de outras lojas na 5ª Avenida, luxuosas, chiques e até algumas para simples mortais como nós. Entre elas se destacam: Louis Vuitton, Prada, Bvlgari, Gucci, Ermenegildo Zegna, Cartier, Abercrombie & Fitch, Emilio Pucci Boutique, Versace, Bottega Veneta, Salvatore Ferragamo, Fendi, Diesel, H&M, American Girl Place, Uniqlo, Gap, Lacoste e Zara.

Macy’s

Além das lojas de luxo na 5ª Avenida, uma loja de departamentos é a cara de Nova York: a Macy’s. A maior loja de departamentos de Nova York fica na Herald Square (6ª avenida, entre as ruas 34 e 35). Ah, brasileiros tem desconto na Macy’s (não só na de Nova York, como em todas as outras): basta procurar o centro de visitantes, apresentar seu passaporte e solicitar o cupom de descontos exclusivo.

MoMA

O Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMa) também está localizado em MidTown. Fundado em 1929, o museu conta com exposição de obras de artistas do mundo todo, inclusive do Brasil.

A lojinha do museu é uma atração a parte. O MoMA Design Store vende lembranças que são inteligentes, bonitas, divertidas e únicas! Fica o desafio: sair da lojinha do MoMa sem conseguir comprar algo…. Duvida? Dá para se ter uma ideia dos itens que são vendidos lá acessando o site https://store.moma.org/.

Entre os artistas que tem obras expostas no MoMA destacam-se:  Tarsila do Amaral, Rodin, Picasso, Matisse, van Gogh, Gauguin, Chagall e Salvador Dalí. O museu funciona das 10h30 até às 17h30 (às sextas o museu fecha mais tarde, às 20h) e os ingressos custam $ 25. O museu fica entre e 5ª e 6ª avenidas, com entrada pela rua 54.

Madson Square Garden

Madson Square Garden é a arena de shows mais conhecida na cidade de Nova York. Na arena são realizados os principais shows e jogos da MBA na cidade. Consulte o site do Madson Square Garden para chegar a agenda de shows e jogos. A arena fica junto à Penn Station, na 7th Avenue, entre as ruas 31 e 33.

Pennsylvania StationGrand Central Terminal

Ao lado do Madson Square Garden fica a Pennsylvania Station. Conhecida apenas como Penn Station, a estação de trens é a principal ligação para o transporte para New Jersey. Foi lá que tomamos o trem para o MetLife Stadium, casa do New York Jets e do New York Giants: os dois times da cidade que disputam o campeonato nacional de futebol – NFL. É da Penn Station que também saem os trens para Boston, Philadelphia e Washington, D.C.

Outra famosa estação de trens em Nova York é o Grand Central Terminal. Localizada na Park Avenue com 42nd Street, além de terminal de trens o local oferece dezenas de lojas e restaurantes.

Região da Columbus Circle

A Columbus Circle ganhou esse nome em homenagem a Cristóvão Colombo, descobridor da América. É considerada a segunda praça mais famosa de Nova York (a primeira é a Times Square). Na região da Columbus Circle há vários lugares para conhecer, entre os quais se destaca o Time Warner Center, onde funciona o “The Shops At Columbus Circle“, um mall com diversas lojas, bares e restaurantes. No subsolo do mesmo prédio funciona uma loja da Whole Foods Market. A Columbus Circle fica na 59th Street com a Broadway, já quase dos limites do Central Park.

Chelsea Market e The High Line

O Chelsea Market é um mercado que funciona desde 1996 na antiga fábrica da Nabisco no bairro de Meatpacking. Nele funcionam várias lojas com produtos locais, além de restaurantes. O ideal é fazer o passeio no começo da manhã (e aproveitar para tomar o café da manhã por lá) ou no final da tarde e depois ir até High Line, que fica atrás do mercado de Chelsea.

High Line de hoje é um parque suspenso que até o início da década de 80 funcionava como linha aérea de trens. O acesso é gratuito e permitido a partir das 7h da manhã, com fechamento às 19h, 22h ou 23h, dependendo da época do ano.

Bryant Park e Union Square Park

Não há dúvidas que o parque mais famoso de Nova York é o Central Park (que fica em UpTown). Mas a cidade tem outros parques, cada um com seu charme particular. Selecionados dois deles: o Bryant Park e o Union Square Park.

Bryant Park fica aberto o ano todo e oferece sempre uma atração diferente. Durante o inverno o parque conta com encantos adicionais: uma pista de patinação no gelo e sua famosa árvore de natal. O parque possui ainda vários restaurantes e uma feira de natal, que funciona de outubro até o início do ano.

Union Square Park fica localizado junto à Park Avenue, na altura da Rua 14.  A praça recebe a maior feira a céu aberto da cidade: a Greenmarket. A feira funciona às segundas, quartas, sextas e sábados, das 8h às 18h. No site da Greenmarket é possível baixar mapas da temporada e um app exclusivo da feira.

Broadway

A Broadway é a maior rua de Nova York. Ela começa na State St., no sul de Manhattan, e se estende por 21 km até o norte de Manhattan. A rua continua a se estender ao norte, até a cidade Sleepy Hollow, num total de aproximante 50 quilômetros de extensão.

Mas a parte da Broadway que nos interessa tem apenas algumas quadras, em plena Midtown e a alguns passos da Times Square: é a Broadway dos musicais.

Podemos dividir os musicais e peças teatrais em dois grupos: as peças da Broadway, que são aquelas com maior produção e as peças “off-Broadway”, que são realizadas em teatros menores, com menor produção. Há quem ainda use uma terceira denominação, o das produções “off-off-Broadway”, para teatros que comportem menos de 100 espectadores.

A cada ano as apresentações na Broadway se renovam e entram em cartaz novas peças e musicais. Recomendamos acompanhar a programação através do site https://www.broadway.com. Apesar da renovação, existem peças em cartaz há longos períodos, que se tornaram clássicas, sem perpectivas de saírem de cartaz. É o caso de “O Rei Leão”, “O Fantasma da Ópera”, “Alladin” e “Chicago”. No site da Broadway.com há um ranking com as peças mais populares, descrições, preços, fotos e videos dos espetáculos.

Para garantir ingressos para o seu espetáculo preferido o ideal é que a compra seja feita com antecedência no site da Broadway.com. Outra alternativa é comprar ingressos com até 50% de desconto através dos quiosques da TKTS. Neste caso, é muito provável que você irá enfrentar filas e os ingressos são de lugares que sobraram, normalmente para apresentações no mesmo dia.

Times Square

Times Square é a Meca dos Turistas e está localizada na 7ª Ave, entre as ruas 42 e 47. A primeira sensação de quem chega a Times Square é de desorientação. São tantos estímulos… Pessoas, luzes, painéis de led, letreiros, muita comunicação visual (ou poluição visual). Mas aos poucos a gente se habitua e começa a perceber ordem naquele caos inicial.

Na Times Square se destacam os teatros, as lojas e os restaurantes. Os teatros já foi assunto no item anterior, quando falamos da Broadway. Na Times Square também possui muita opção de comida. Na praça você encontra lojas das principais redes de restaurante, como Red Lobster, Olive Garden, Carmine’s, Bubba Gump e Planet Hollywood; além de restaurantes locais como o Blue Fin e The View. Independentemente da escolha, espere pagar preços mais salgados do que o normal.

Há também na Times Square lojas para todos os públicos: tem Forever XXI, loja de M&M, uma super loja da Disney, uma Hershey’s Chocolate World, Swarovski, Uniqlo e até uma Havaianas.

A praça conta com um site oficial, que pode ser acessado pelo endereço timessquarenyc.org.

No nosso próximo post você conhecerá a terceira região de Manhattan: Uptown!

Vai viajar? Fale com a gente. Teremos o maior prazer em planejar a viagem perfeita para você!

Deixe uma resposta