Las Vegas – uma introdução

Olá Viajantes! Nosso post de hoje será sobre um dos nossos destinos preferidos nos Estados Unidos: Las Vegas. A cidade localizada no deserto de Nevada é um excelente destino de férias para todos, não importa se você é homem ou mulher, criança ou idoso: há opções de diversão para todo mundo!

Se você vai visitar Las Vegas, provavelmente chegará na cidade de avião. O aeroporto de Las Vegas, que é super bem localizado (fica no sul da Cidade, há poucos minutos da Strip, a mais conhecida rua de Las Vegas. Ao desembarcar  você já vai poder entrar no clima de Vegas, com máquinas caça-niqueis espalhadas pelos saguões, mutas luzes e neons, no verdadeiro espírito de cassino que a cidade tem. Outra opção de chegar a cidade é por carro: Las Vegas está a apenas algumas horas do sul da Califórnia e é uma ótima opção para quem vem de Los Angeles ou de San Diego.

A “Strip” – a mais famosa avenida de Las Vegas e que corta a cidade de norte a sul

Clima

Las Vegas fica localizada em pleno deserto, no estado americano de Nevada. Isso significa que, independentemente da época do ano de sua visita, o clima estará sempre bem seco: ou seja, chove pouco por lá.

O clima seco ajuda muito a enfrentar as altas temperaturas do verão e o inverno. Você vai perceber que mesmo em temperaturas beirando os 50 graus as pessoas não suam. Aliás, até suam, mas você terá a sensação de estar sempre seco, mesmo debaixo de um sol escaldante.

A regra então é se hidratar sempre e proteger a pele: ingira bastante líquido (de preferência água) e use sempre protetor solar e hidratante.

Eletricidade Estática e Choques

O que você vai descobrir rápido é que a cidade tem muita energia estática. impossível ir para Las Vegas e não tomar “choques”: isso certamente vai acontecer muitas vezes em sua viagem… Quanto você tocar outras pessoas, ao apertar algum botão, segurar em um corrimão, maçaneta ou qualquer lugar que sirva como aterramento. Não é nada que irá colocar você em risco, mas é muito chato levar choques algumas vezes por dia, quando você menos imagina…

Hospedagem

Las Vegas é conhecida por ter uma rede hoteleira de luxo e que oferece diárias com valores baixos. E isso é verdade sim! Embora não seja “de graça” e ao fazer a conversão de dólares para reais o nosso bolso acabe sentindo o peso do câmbio, se hospedar em Las Vegas é barato, como você poderá observar no quadro abaixo, que mostra hotéis da região da Strip com preços atuais!

 

Há opções de hotéis para todos os bolsos. Independentemente do tipo de hotel que escolha, nossa sugestão é que se hospede sempre em hotéis localizados na Las Vegas Boulevard, conhecida como The Strip e que é a avenida mais conhecida e movimentada da cidade.

Ao se hospedar na Strip você terá acesso fácil às principais atrações e passeios e poderá se deslocar a pé, sem a necessidade de alugar um carro ou depender de transporte público, táxi ou Uber.

Vista da Eiffel Tower Experience e do Hotel Paris Las Vegas, a partir do Hotel Bellagio

Ao escolher o hotel em que ficará hospedado, dê preferências aos que ficam na área mais central da Strip. Quanto mais ao norte ou ao sul, maior será o seu deslocamento diário e mais tempo de caminhada para chegar aos lugares…

Abaixo, selecionamos algumas opções de hotéis localizados na região mais  central da Strip:

Há ainda outras boas opções de hotel, um pouco mais ao Sul e ao Norte da Strip:

Outras opções de hotéis da Strip com preços ainda mais econômicos e bastante procurados por brasileiros são:

Quando for realizar sua reserva, fique atento para não ter surpresas na hora do check-out. Os hotéis eventualmente podem cobrar taxas adicionais, como de internet e estacionamento. A maioria dos hotéis em Las Vegas cobram ainda as “Resorts Fees“, que são taxas que chegam a 40 dólares por dia, para utilizar as piscinas, sauna e academia. Essa taxa é cobrada mesmo que o hóspede não queira usar os serviços de “resort”.

Fique atento ainda ao “minibar”. Alguns hotéis tem um sistema de cobrança automática nos itens que estão disponíveis no minibar, ou seja, se você retirar algum produto o sistema identificará essa retirada como sendo “para consumo” e irá incluir o valor do item na sua conta.

Transporte

A forma mais fácil de conhecer a Strip é a pé. Faça isso com calma, conhecendo cada Hotel Cassino e Shopping Center. O dia irá passar e você nem irá perceber… Os principais shows e apresentações também acontecem na Strip e você também não precisará depender de transporte público.

É claro que em alguns casos poderá ganhar tempo ao chamar um táxi ou Uber, ou ao usar o sistema de “monorail” que une os principais hotéis da Strip. Uma forma de se familiarizar com a avenida é através do mapa abaixo, disponibilizado no site do Las Vegas Monorail:

Mapa do sistema de transporte de Monorail em Las Vegas

Analise se irá valer a pena alugar um carro, pois além do custo das diárias da locação, a maioria dos hotéis em Las Vegas passaram a cobrar pelo uso do estacionamento, mesmo dos hóspedes. Caso deseje fazer algum passeio fora da Strip, avalie a locação de um carro, com a devolução no mesmo dia ou no dia seguinte. O mesmo vale caso deseje visitar por conta própria pontos fora da cidade, como o Red Rock Canyon e o Grand Canyon.

Downtown e Freemont Street

Embora o ponto mais movimentado de Las Vegas seja a Strip, isso não foi sempre assim. Antes da construção do Hotel Flamingo, primeiro hotel de luxo de Las Vegas, inaugurado em 1946, a vida turística na cidade ficava concentrada em Downtown, mais especificamente na Freemont Street. Lá ficavam os melhores hotéis da cidade na época, como o Golden Nugget, o Four Queens e o Gonden Gate, primeiro hotel de Las Vegas, construído em 1906.

Com a construção do Flamingo em uma nova área, ainda deserta e com muito potencial, outros hotéis e cassinos, cada vez maiores e mais luxuosos, passaram a ser construídos na Strip. isso chamou a atenção dos turistas, que começaram cada vez mais a se hospedar nessa nova região da cidade.

Com o passar das décadas seguintes a região de Downtown e da Freemont Street passaram por um processo de abandono e decadência. Foi apenas recentemente, já no século XXI, que a Freemont Street passou por um processo de revitalização. Era preciso fazer algo para competir com a Strip e assim foi criada a Freemont Street Experience e o show de luzes “Viva Vision”.

Todos as noites, a partir das 6 da tarde, de hora em hora acontece um espetáculo de luzes em painéis de LED que cobrem quase 500 metros da Freemont Street.

Freemont Street Experience

Se você for passar vários dias na cidade, dedicar algumas horas da noite para conhecer Downtown e a Freemont Street pode ser interessante. Mas, na nossa opinião, se esta for a sua primeira visita à cidade e você for ficar poucos dias em Vegas, a Freemont não precisa estar em sua lista de lugares para conhecer: há outras atrações que certamente serão mais interessantes.

No próximo post sobre Vegas falaremos sobre o que fazer na Strip:

Gostou? Ficou animado para viajar? Fale com a gente. Teremos o maior prazer em ajudar a planejar a viagem perfeita para você!

Deixe uma resposta